17 de jun de 2007

Quando o mundo encolheu


Foi há mais de 600 anos, no século XIV, que uma doença varreu o mundo numa apavorante pandemia conhecida como "Peste Negra". Todas as nossas imagens da peste são coloridas pelas recordações de medo e morte deixadas pelos sobreviventes europeus daquele horror global. Uma doença que nunca tinham visto antes apareceu do nada; quase metade da população da Europa foi infectada e cerca de um terço morreu de forma rápida e horrível. Somente 500 anos depois é que a descoberta dos germes permitiria explicar tamanho horror. Sabe-se que a peste (transmitida por pulgas) pode infectar duas centenas de animais diferentes e que, antes de atingir os seres humanos, ela vivia entre os ratos e viajava pela superfície do planeta. Tivemos notícia da peste somente quando os destinos de homens e roedores se cruzaram...

(A gravura mostra a remoção de corpos de pessoas atingidas pela peste na cidade italiana de Florença, por volta de 1340)
Recomendação do dia: O livro "Gripe", de Gina Kolata, Ed.Record - Nessa obra a jornalista norte-americana desvela o mistério dessa outra doença letal ao acompanhar o trabalho de cientistas que descobrem fragmentos do vírus em corpos congelados de pessoas contaminadas em 1917 no Alaska. A autora esmiuça a história da gripe, relata a corrida para resgatar traços do vírus em boas condições para pesquisas e sonda o medo que impeliu as políticas governamentais nos EUA e na Europa.